Visita de Xi Jinping a Portugal termina com a assinatura de 17 acordos

6 December 2018

A visita oficial do Presidente da China Xi Jinping a Portugal culminou quarta-feira com a assinatura de 17 acordos bilaterais, com destaque para o memorando de entendimento sobre a iniciativa chinesa “Faixa e Rota”, noticiou a imprensa portuguesa.

Os acordos envolvendo sobretudo as áreas financeira e empresarial, foram assinados no Palácio de Queluz, numa cerimónia presidida pelo primeiro-ministro português, António Costa e pelo chefe de Estado chinês.

O memorando de entendimento sobre cooperação no quadro da iniciativa chinesa “Faixa e Rota” insere-se na vertente económica relativa à chamada “Rota da Seda Marítima do século XXI” e foi assinado pelo ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, e pelo diretor da Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma, He Lifeng.

No texto deste compromisso, estão estabelecidas as modalidades de cooperação bilateral no âmbito da iniciativa chinesa, abrangendo uma ampla gama de sectores, com destaque para a conectividade e para a mobilidade eléctrica.

Augusto Santos Silva e o ministro do Comércio chinês, Zhong Shan, assinaram um memorando sobre cooperação em matéria de comércio de serviços, em que os dois países estabelecem que “o comércio de serviços será, no quadro da realização da Comissão Mista Económica, um dos pontos de agenda de diálogo bilateral, abrangendo áreas como transportes, turismo, finanças, propriedade intelectual, tecnologia ou cultura.”

No âmbito empresarial foram assinados sete acordos, o primeiro dos quais um memorando de entendimento para a instalação em Portugal do StarLab – um laboratório de pesquisa de tecnologia avançada nos domínios do mar e do espaço.

Este projecto envolve a portuguesa Tekever e a Academia Chinesa das Ciências e tem por objetivo “alargar a cooperação com outras entidades internacionais em áreas como a visão 4D, a exploração do espaço profundo, desenvolvimento de plataformas de satélites ou de tecnologias de monitorização e proteção dos oceanos.”

Ainda no domínio empresarial foram assinados acordos entre o Banco Comercial Português e a UnionPay, e, igualmente, entre a MEO e a Huawei sobre o desenvolvimento da tecnologia 5G, tendo em vista permitir um aumento qualitativo do acesso à rede de banda larga móvel e comunicações com maior fiabilidade. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH