FMI concede financiamento de 3,7 mil milhões de dólares a Angola

11 December 2018

O Fundo Monetário Internacional aprovou um programa de ajuda financeira a Angola no valor de 3,7 mil milhões de dólares, dos quais 990,7 milhões de dólares serão libertados de imediato, segundo um comunicado divulgado em Washington.

“O montante remanescente será libertado ao longo da duração do programa, sujeito a revisões semestrais”, pode ler-se no comunicado em que é anunciada a decisão do Conselho de Administração do Fundo Monetário Internacional.

O acordo alargado alcançado com Angola ao abrigo do Programa de Financiamento Ampliado (EFF) visa apoiar as reformas económicas do país e acelerar o crescimento económico liderado pelo sector privado através da melhoria da governação, da redução dos riscos associados às empresas públicas e da abordagem dos obstáculos estruturais à competitividade.

“A consolidação fiscal é um elemento central do programa. O plano das autoridades é aumentar as receitas não petrolíferas, incluindo a introdução de um imposto sobre o valor acrescentado, eliminando subsídios”, pode ler-se, com o comunicado a acrescentar que “a salvaguarda da estabilidade do sector financeiro é fundamental para o sucesso do programa, planeando as autoridades melhorar a governação e a gestão do risco de crédito nos bancos públicos.”

A directora-geral do FMI, Christine Lagarde, tem agendada uma visita a Angola de 20 a 22 de Dezembro e tem previstos encontros com representantes institucionais, entre os quais com a equipa económica do governo. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH