Parceiros procuram financiamento para exploração de gás no bloco Área 1 em Moçambique

14 December 2018

A angariação de financiamento para o projecto de exploração de depósitos de gás natural no bloco Área 1 da bacia do Rovuma, norte de Moçambique, iniciou-se junto da banca internacional, anunciou em Maputo o ministro dos Recursos Minerais e Energia.

O ministro Max Tonela, durante um encontro realizado quarta-feira na capital moçambicana com responsáveis de agências de crédito à exportação, disse ainda que esse processo foi finalmente iniciado, “um marco que representa a maturidade do empreendimento”, segundo a imprensa internacional.

Estas agências vão garantir o financiamento de 12 mil milhões de dólares necessários para as duas primeiras linhas de liquefação a instalar na península de Afungi, província de Cabo Delgado, com capacidade de produção de 12 milhões de toneladas por ano de gás natural liquefeito, pelo consórcio liderado pelo grupo norte-americano Anadarko Petroleum.

O ministro reiterou o forte empenho no projecto da Área 1 e anunciou ter o governo aprovado na semana passada um plano de apoio ao empreendimento, que inclui a aprovação de licenças, autorizações de trabalho e emissão de vistos dentro dos prazos legais bem como da documentação necessária para exportar bens e serviços de forma eficiente.

O bloco Área 1 é operado pela Anadarko Moçambique Área 1, Ltd, uma subsidiária controlada a 100% pelo grupo Anadarko Petroleum, com uma participação de 26,5%, a ENH Rovuma Área Um, subsidiária da estatal Empresa Nacional de Hidrocarbonetos, com 15%, Mitsui E&P Mozambique Area1 Ltd. (20%), ONGC Videsh Ltd. (10%), Beas Rovuma Energy Mozambique Limited (10%), BPRL Ventures Mozambique B.V. (10%), and PTTEP Mozambique Area 1 Limited (8,5%). (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH