Wentworth Resources abandona exploração petrolífera em Moçambique

18 December 2018

A Wentworth Resources vai abandonar a 30 de Abril de 2019 a participação de 85% que detém no bloco terrestre Tembo, norte de Moçambique, informou a empresa britânica em comunicado divulgado segunda-feira.

A empresa informou ainda que nessa data põe termo à operação em Moçambique, com o encerramento do escritório em Maputo e abandono das operações nos campos de Muxara e Palma, a fim de se concentrar nos activos que detém na Baía Mnazi, na Tanzânia.

O bloco Tembo, que tem uma área de aproximadamente 2500 quilómetros quadrados na bacia do Rovuma, nordeste de Moçambique, tendo como parceiros a Wentworth Resources, com 85,0% e a funcionar como operador, estando os restantes 15,0% nas mãos da estatal Empresa Nacional de Hidrocarbonetos (ENH).

O comunicado adianta que em Outubro passado foi feita uma reavaliação “pormenorizada” da descoberta Tembo, que, além de rever em baixa as estimativas de reservas existentes para cerca de 61 mil milhões de pés cúbicos de gás natural, concluiu não haver boas soluções para transformar essas reservas em dinheiro.

A Wentworth Resources é uma empresa cotada nas bolsas de valores de Londres e de Oslo, cuja actividade se centra na exploração de activos de gás natural na bacia do Rovuma, sul da Tanzânia e norte de Moçambique. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH