Grupo China General Nuclear Power Corporation compra activos solares e eólicos no Brasil

17 January 2019

O grupo China General Nuclear Power Corporation (CGN) comprou a totalidade dos activos de energia solar e eólica já em funcionamento do grupo italiano Enel no Brasil, informou este grupo em comunicado quarta-feira divulgado em Roma.

O negócio, efectuado através das subsidiárias CGN Energy International e Enel Green Power, envolve uma capacidade de produção de 540 megawatts de energia eléctrica e proporcionou ao grupo italiano um encaixe de 2900 milhões de reais ou 700 milhões de euros.

Os activos negociados com a empresa chinesa são as centrais solares de Nova Olinda, com 292 megawatts, no estado do Piauí, e Lapa, de 158 megawatts, no estado da Bahia, além do parque eólico Cristalândia, de 90 megawatts, também na Bahia.

Antonio Cammisecra, director da Enel Green Power, afirma no comunicado que o negócio realizado visa maximizar e acelerar a criação de valor através da rotação de activos para libertar recursos que podem ser investidos em novos projectos.

Cammisecra disse ainda que o grupo pretende continuar a crescer no Brasil, “nomeadamente através do financiamento em novos investimentos através do modelo construir, vender e operar.”

A CGN Energy International Holdings Co., Limited é a empresa para os investimentos em activos não nucleares no estrangeiro do grupo China General Nuclear Power Corporation, fundado em 1994, que é o maior operador de centrais nucleares da China. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH