China doa 100 milhões de yuans para sector agrícola de Angola

21 January 2019

O sector agrícola angolano poderá beneficiar de uma ajuda financeira não reembolsável da China, no valor de 100 milhões de yuans (14,7 milhões de dólares), visando a execução de vários projectos, segundo um decreto presidencial.

O valor em questão é uma parcela do montante global destinado à execução do projecto de assistência técnica do Centro de Demonstração de Tecnologia Agrícola bem como outras iniciativas, segundo a agência noticiosa Angop.

Este financiamento é resultado de um acordo assinado entre os dois países em 9 Outubro de 2018, em Pequim, no âmbito do reforço das relações de cooperação existentes, segundo um decreto presidencial de 14 de Janeiro, publicado em Diário da República.

O decreto, que torna efectivo o respectivo acordo, acrescenta que o Banco de Desenvolvimento da China e o Banco Nacional de Angola devem abrir um livro para o registo e informação de todos os pagamentos referentes às despesas resultantes da doação, de acordo com os procedimentos das operações daquele banco chinês e sem quaisquer despesas para as partes.

O valor das diversas linhas de financiamento da China a Angola ronda, actualmente, 23 mil milhões de dólares, sendo que em 2018, quando o Presidente angolano efectuou uma visita à China, o governo chinês aprovou um crédito adicional de 2000 milhões de dólares.

A Angop escreveu ainda que o primeiro acordo de financiamento chinês a Angola foi assinado em 2004 com o Banco de Exportações e Importações (ExIm) da China. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH