Associação Amicachi constrói Centro de Intercâmbio China – Cabo Verde

4 February 2019

O Centro de Intercâmbio China – Cabo Verde, que ficará localizado no bairro de Achada Santo António, deverá custar cerca de 330 milhões de escudos (três milhões de euros), disse o presidente da Associação de Amizade Cabo Verde China (Amicachi), José Correia.

O presidente da associação, que na altura participava na cerimónia de lançamento da primeira pedra, ocorrida sexta-feira na Praia, realçou a importância do projecto para a organização, bem como para o país, uma vez que a mesma “irá contribuir para o desenvolvimento das relações entre os dois países.”

O futuro Centro de Intercâmbio China – Cabo Verde é um edifício de sete pisos, que terá várias valências, nomeadamente gastronómica, cultural, residencial para especialistas, escritórios entre outras, devendo a primeira fase iniciar-se dentro de duas semanas e ficar concluída em seis meses e o projecto global em 2020.

As obras são financiadas com recursos próprios da Amicachi, que conta na execução deste projecto com o apoio do governo de Cabo Verde, da China, da Câmara Municipal da Praia e de outras entidades, segundo a agência noticiosa Inforpress.

A cerimónia de lançamento da primeira pedra do projecto contou igualmente com a presença do embaixador da China em Cabo Verde, Du Xiaocong, de vereadores da Câmara Municipal da Praia e outras entidades.

O governo de Cabo Verde informou na semana passada ir a China financiar a construção de 88 habitações na localidade de Portelinha, periferia da cidade do Mindelo, actualmente um bairro de lata e de construções precárias.

O empreendimento, cujas habitações disporão de instalação eléctrica e água corrente, será dividido em 11 blocos e incluirá espaços verdes, parque infantil e de estacionamento, sendo que o início das obras está previsto ainda para 2019.

Este projecto é o resultado de um acordo de cooperação técnica e económica assinado terça-feira pelo governo de Cabo Verde, através do Ministério das Infra-estruturas, Ordenamento do Território e Habitação.

O projecto-piloto de habitação social da Portelinha deverá ser seguido de outros nas ilhas de São Vicente e Santiago. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH