Consórcio quer obter quarta licença de operadora de telecomunicações em Timor-Leste

21 February 2019

O consórcio timorense Ceslink apresentou ao governo de Dili uma proposta para obtenção de uma licença como operador de telecomunicações em Timor-Leste num investimento estimado em US$ 21 milhões, segundo a agência Lusa.

A Ceslink, que pretende obter a quarta licença como operadora de telecomunicações em Timor-Leste, é um consórcio timorense, composto pela Ceslink, empresa de tecnologia informática, e o consórcio Oka-D’tel.

O principal investidor do projecto é o empresário timorense Salvador Henrique ‘Mauhoka’.

Numa primeira fase, a empresa quer montar uma antena para garantir a cobertura de Díli alargando progressivamente a cobertura ao resto de Timor-Leste.

Com 1,3 milhões de habitantes, Timor-Leste tem já três operadores de telecomunicações, incluindo a Timor Telecom (na qual o próprio Estado é acionista) e onde a maioria do capital é controlado pela brasileira Oi — que se quer desfazer dessa participação.

Estão ainda no mercado a indonésia Telkomcel e a vietnamita Telemor.(Macauhub)

MACAUHUB FRENCH