Macau prepara coordenação do Plano da Grande Baía com Pequim e Guangdong

4 March 2019

O Chefe do Executivo de Macau vai instruir os serviços competentes do território para que se articulem com os congéneres dos governos central e da província de Guangdong, anunciou Chui Sai On sexta-feira em Pequim, segundo um comunicado oficial.

Essa indicação visa, segundo Chui, fazer com que os serviços públicos de Macau acompanhem, da melhor forma, as políticas e as medidas mais importantes do recém-anunciado plano para a construção da Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau (GBA).

Chui disse que o governo irá realizar este mês de Março uma série de sessões de esclarecimento e de formação, no seio do próprio governo, sobre o plano da Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau e procederá à divulgação de textos sobre a GBA para uma maior compreensão do projecto.

O Chefe do Executivo disse ainda que durante a reunião de Pequim foi feito o balanço dos trabalhos realizados e analisadas oito importante medidas que se destinam a impulsionar a construção da GBA, tendo garantido que Macau fará tudo para apoiar estas medidas e levá-las à prática.

Entre as oito medidas destinadas a acelerar o plano da GBA destacam-se a criação de normas referentes à identificação da permanência de 183 dias de residentes com vista à fixação do imposto profissional, à definição do sistema de impostos para quem trabalha em qualquer uma das nove cidades da GBA, ao apoio às instituições públicas de Guangdong no sentido de contratarem residentes de Macau e Hong Kong e ao encorajamento aos jovens de Hong Kong e Macau para lançarem projectos inovadores e negócios nas nove cidades da GBA.

O Chefe do Executivo disse igualmente ter ficado decidido que irá ser estudada a entrada em funcionamento de mecanismos que permitam que instituições do ensino superior e de ciência e tecnologia de Hong Kong e de Macau participem em projectos de ciência e tecnologia da província de Guangdong, bem como criados sistemas que permitam e facilitem a migração e a movimentação de viaturas na GBA ao mesmo tempo que serão tomadas medidas para facilitar e acelerar os procedimentos alfandegários.

Durante a segunda reunião plenária do Grupo de Líderes para o Desenvolvimento da Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau, realizada no Palácio do Povo em Pequim e presidida pelo vice-primeiro-ministro do Conselho de Estado, Han Zheng, Chui Sai On disse que Macau vai empenhar-se em aproveitar ao máximo as vantagens do princípio “um país, dois sistemas”, das mais-valias locais e do plano da Grande Baía com o objectivo de concretizar os vários projectos de Macau integrados na Grande Baía.(Macauhub)

MACAUHUB FRENCH