Capital do Niassa, em Moçambique, recebe comboio de transporte de carga uma vez por semana

6 March 2019

Um comboio reservado ao transporte de carga geral efectuou domingo passado o percurso entre Cuamba e Lichinga, na província do Niassa, norte de Moçambique, informou o gerente comercial da empresa Corredor de Desenvolvimento do Norte (CDN).

Dário Viegas, citado pela agência noticiosa AIM, informou ainda que esta comboio, que efectua o percurso uma vez por semana, visa responder à necessidade de facilitar o escoamento de produtos diversos entre aquelas duas cidades do Niassa, fortalecendo assim o potencial de produção e produtividade agrícola que aquela região do norte do país possui.

“Após a recuperação do troço Cuamba-Lichinga a nossa empresa introduziu o serviço de transporte de mercadorias que tem beneficiado o crescimento económico da província do Niassa e, face ao aumento significativo da procura, foi decidido aumentar a oferta do serviço de transporte de mercadorias”, disse o gerente comercial da CDN.

O troço Cuamba-Lichinga, com 162 quilómetros de extensão, foi inaugurado pelo Presidente da República em Novembro de 2016, para facilitar o escoamento da produção agrícola da província do Niassa para toda a região norte, bem como impulsionar as transacções comerciais entre as províncias do norte e os países do interior.

O corredor de desenvolvimento do Norte é um investimento de 4,5 mil milhões de dólares que junta a multinacional brasileira Vale, o conglomerado japonês Mitsui e a empresa pública Portos e Caminhos-de-Ferro de Moçambique, estabelecendo a ligação do porto de Nacala com o sistema ferroviário do norte aproximando pessoas entre o litoral e interior na zona norte de Moçambique e países vizinhos. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH