Timor-Leste pretende financiar Greater Sunrise sem recorrer ao Fundo Petrolífero

11 March 2019

Timor-Leste pretende financiar o desenvolvimento do projecto Greater Sunrise sem recorrer às verbas do Fundo Petrolífero, disse o presidente e director executivo da Timor Gap, Francisco Monteiro.

O responsável disse à agência noticiosa Lusa não poder nesta fase informar quanto da factura será paga por Timor-Leste, uma vez que a questão é “ainda confidencial.”

“Estamos a negociar com vários parceiros várias formas de financiar o projecto e não quero avançar nenhum número, embora o objectivo seja que não se retire qualquer dinheiro do Fundo Petrolífero”, sublinhou.

Francisco Monteiro adiantou que o projecto Greater Sunrise deve proporcionar um retorno financeiro estimado em 28 mil milhões de dólares, “sem contar com outros benefícios económicos como sejam os empregos criados, por isto ocorrer em Timor-Leste.”

O presidente da Timor Gap reconheceu nas declarações que prestou que Timor-Leste enfrentaria muitas dificuldades sem o Greater Sunrise, uma vez que o saldo de cerca de 16 mil milhões de dólares do Fundo Petrolífero levaria pouco mais de 10 anos a desaparecer com levantamentos anuais médios de 1,5 mil milhões de dólares.

“Por isso estamos a trabalhar para avançar com o projecto rapidamente, investindo algum do nosso dinheiro e energia para termos a primeira produção em 2025 e, dessa forma, gerar receitas para o Fundo Petrolífero”, considerou. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH