Comercialização de pescado em Angola vai ser reorganizada

19 March 2019

A reorganização da venda de pescado em Angola através de lotas ou de entrepostos está a ser elaborada entre os ministérios das Pescas e do Mar e do Comércio e operadores do sector, disse segunda-feira na cidade de Benguela a ministra Maria Antonieta Baptista.

A ministra das Pescas e do Mar, que se deslocou àquela província para aferir da funcionalidade das estruturas do sector que tutela, disse ainda terem sido definidas algumas orientações no sentido da aplicação prática do processo de reorganização na cadeia de comercialização.

Num encontro à porta fechada que manteve no Centro Regional de Fiscalização, Maria Antonieta Baptista ouviu as principais inquietações das associações de pescas e dos produtores de sal, caso das relacionadas com o licenciamento de barcos de “arrasto”, que depois se dedicam à pesca de outras espécies.

Arnaldo de Vasconcelos, presidente da Associação de Pescas, considerou “inaceitável” aquilo que nos últimos tempos aconteceu no sector, principalmente no que toca ao licenciamento de embarcações, tendo afirmado “chegou-se mesmo a licenciar barcos com arqueação bruta de 800 toneladas, o que é inaceitável.”

Vasconcelos lamentou que nos últimos anos tenham sido descurados os princípios de sustentabilidade das diferentes espécies, porque licenciaram-se barcos de arrasto para captura de espécies pelágicas, o que levou a que o carapau, por exemplo, esteja numa situação crítica. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH