Economia de Cabo Verde deverá continuar a crescer nos próximos quatro anos

26 March 2019

O crescimento da economia de Cabo Verde deverá manter-se ao longo dos próximos quatro anos, depois de se ter iniciado em 2017, disse segunda-feira na Praia o chefe da missão do Fundo Monetário Internacional (FMI).

Malangu Kabedi-Mbuyi, ao fazer o balanço de mais uma missão a Cabo Verde iniciada dia 11 de Março corrente, elogiou os esforços que o governo tem feito a nível da estabilidade financeira, do crescimento económico e fiscal, segundo a agência noticiosa Inforpress.

O chefe de missão do FMI adiantou que o governo deve continuar a introduzir reformas que promovam o sector privado, a criação de emprego, redução da desigualdade social e deve apostar em medidas que contribuam para a arrecadação de mais impostos e redução das despesas públicas.

A missão concluiu ainda que os indicadores de estabilidade financeira melhoraram, as exportações estão a crescer e o défice orçamental está a diminuir e considerou que a privatização da Cabo Verde Airlines (TACV) foi uma medida acertada do Governo, que irá contribuir para a estabilidade e crescimento económico do país.

Por seu turno, o vice-primeiro-ministro e ministro das Finanças, Olavo Correia, destacou os ganhos alcançados pelo país a nível do crescimento económico, fiscal, monetário, da balança dos pagamentos, dados esses que, no seu entender, indicam que o quadro macroeconómico e fiscal é “muito positivo.” (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH