Ilha de Hengqin, adjacente a Macau, destinada a ser zona de turismo internacional

3 April 2019

O Conselho de Estado da China aprovou, em princípio, uma proposta para transformar Hengqin, adjacente a Macau, numa ilha de turismo internacional, segundo uma decisão divulgada segunda-feira.

O comunicado do Conselho de Estado informa que o desenvolvimento de Hengqin vai ajudar a promover a diversificação económica de Macau e assumir-se como uma zona de demonstração para uma integração mais profunda na área da Grande Baía Guangdong, Hong Kong e Macau.

Uma zona piloto de comércio livre será igualmente estabelecida na ilha, que tem uma área de 106,46 quilómetros quadrados, segundo o comunicado citado pela agência noticiosa Xinhua.

Números oficiais indicam que o Produto Interno Bruto de Hengqin atingiu 18,36 milhares de milhões de CNY (2,73 mil milhões de dólares) em 2017, um número 64 vezes superior ao contabilizado em 2009.

O investimento em capital fixo atingiu 41,23 mil milhões de CNY (6,13 mil milhões de dólares), 21 vezes mais do que em 2009, enquanto o investimento directo estrangeiro cresceu 972 vezes para 670 milhões de dólares.

O PIB registado nos nove primeiros meses de 2018 atingiu 17 mil milhões de CNY (2,53 mil milhões de dólares), um acréscimo homólogo de 12%, com a formação bruta de capital fixo a ter aumentado 34% para 42,3 mil milhões de CNY (6,29 mil milhões de dólares). (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH