Empresas de Cabo Delgado, norte de Moçambique, em situação difícil

8 April 2019

Os empresários de Cabo Delgado, norte de Moçambique, onde têm ocorrido diversos ataques armados, estão a atravessar uma situação difícil, podendo algumas empresas vir a encerrar, escreveu o jornal moçambicano O País.

O jornal, citando um empresário local, disse que algumas empresas poderão vir a encerrar, particularmente na região norte da província, “caso a situação não regresse à normalidade.”

“Nós não pensamos em fechar as portas porque acreditamos que a situação voltará à normalidade e duvidamos que o grupo Anadarko Petroleum desista depois de tanto investimento, mesmo com a continuação do presente conflito”, disse o empresário citado.

O grupo norte-americano, em comunicado datado de 5 de Março de 2019, informou que a decisão final de investimento do projecto de gás natural do bloco Área 1 da bacia do Rovuma deverá ter lugar segundo o cronograma em vigor, que aponta para o primeiro semestre.

O grupo informou ainda que o governo de Moçambique, depois de reconhecer que a segurança naquela província exige uma resposta mais elaborada, tomou as medidas necessárias adicionais para repor a situação de segurança.

Em comunicado anterior, a Anadarko Petroleum salientou que a segurança dos trabalhadores é a sua prioridade principal e recordou que o incidente que custou a vida a uma pessoa não visava directamente nem o pessoal das empresas contratadas, nem o projecto de gás natural ou o aeródromo. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH