China financia obras de expansão do aeroporto internacional de São Tomé e Príncipe

A China vai financiar a modernização e expansão do aeroporto internacional da capital de São Tomé e Príncipe, devendo as obras iniciar-se no final do ano, anunciou quarta-feira em São Tomé o conselheiro económico e comercial da Embaixada da China.

Gao Jinbao anunciou o apoio financeiro do seu país no decurso da cerimónia de apresentação do projecto, que contou com a presença do primeiro-ministro Jorge Bom Jesus e dos membros da missão governamental chinesa que se encontra em São Tomé e Príncipe para conclusão dos estudos técnicos da obra.

Além da extensão da pista de 2170 para 2800 metros, o conselheiro da embaixada chinesa disse que o projecto contempla ainda a ampliação do parque de estacionamento das aeronaves, recuperação do sistema de iluminação, actualização do controlo de tráfego aéreo e do terminal de carga, entre outras intervenções.

A apresentação deste projecto teve lugar menos de um mês após a deslocação do primeiro-ministro são-tomense à China, onde se encontrou com o seu homólogo chinês, Li Keqiang, com quem abordou questões de cooperação bilateral.

Um estudo do Banco Mundial tornado público em Julho de 2018 informava que as obras de expansão da pista e de modernização das restantes instalações do aeroporto internacional de São Tomé tinham um custo estimado em 31 milhões de dólares. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH