Presidente português destaca aprofundamento das relações políticas entre Portugal e a China

30 April 2019

O Presidente português, Marcelo Rebelo de Sousa, destacou segunda-feira em Pequim o “estreitamento das relações políticas” entre Portugal e a China, com a passagem “da parceria estratégica para um diálogo constante”, através de um memorando de entendimento.

Marcelo Rebelo de Sousa, que iniciou uma visita de Estado de três dias à República Popular da China, foi recebido pelo primeiro-ministro chinês, Li Keqiang, na residência oficial Diaoyutai, em Pequim, durante cerca de meia hora, segundo a imprensa portuguesa.

Nas suas declarações iniciais, o chefe de Estado referiu-se ao “memorando de entendimento para o reforço do diálogo estratégico entre Portugal e a República Popular da China”, que iria ser formalizado numa cerimónia no Grande Palácio do Povo, onde foi recebido pelo Presidente chinês, Xi Jinping.

Com este memorando, os dois países acordaram em proceder a consultas políticas regulares sobre temas bilaterais e de política internacional e em aumentar os contactos entre as autoridades governativas, com visitas mútuas, uma vez por ano, ora na China, ora em Portugal, ao nível dos ministros dos Negócios Estrangeiros.

O primeiro-ministro chinês, Li Keqiang, considerou que o relacionamento luso-chinês “tem avançado sem sobressaltos” e afirmou que a China está disposta a reforçar a cooperação bilateral com Portugal “em todos os sectores.

A República Popular da China quer “estreitar ainda mais” o relacionamento luso-chinês, também “no quadro da cooperação China/União Europeia e entre a China e os países de língua portuguesa”, referiu Li.

Marcelo Rebelo de Sousa chega hoje a Macau para uma visita de menos de 24 horas, no decurso das quais manterá um encontro com o Chefe do Executivo de Macau, Chui Sai On e um outro com a comunidade portuguesa, além do que visitará a Santa Casa da Misericórdia, a Escola Portuguesa e dará um passeio pelas ruínas de São Paulo. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH