Governo de Moçambique aprova plano de desenvolvimento do projecto Rovuma LNG

15 May 2019

O governo de Moçambique aprovou o plano de desenvolvimento do projecto Rovuma LNG para explorar depósitos de gás natural na zona Mamba do bloco Área 4 da bacia do Rovuma, informou o grupo italiano ENI em comunicado divulgado em Milão.

“A aprovação do plano de desenvolvimento, o terceiro, marca mais um passo significativo para se chegar à Decisão Final de Investimento e ao início da construção ao longo do ano em curso“, disse Liam Mallon, presidente da ExxonMobil Upstream Oil & Gas Company.

O plano de desenvolvimento pormenoriza o projecto de construção de duas unidades de processamento que, em conjunto, irão produzir mais de 15 milhões de toneladas de gás natural por ano, pode ler-se no comunicado.

A comercialização do gás natural a ser produzido está a ser conduzido de forma conjunta pelos grupos ENI e ExxonMobil, tendo sido já submetidos ao governo de Moçambique para aprovação contratos de compra e venda da totalidade do gás a ser produzido nas duas unidades de processamento.

O projecto é operado pela Mozambique Rovuma Venture, uma parceria cujos accionistas são a ExxonMobil, ENI e China National Oil and Gas Exploration and Development Corporation, que, conjuntamente, detêm uma participação de 70% na concessão do bloco Área 4, cabendo três parcelas de 10% à sul-coreana Kogas, Galp Energia e Empresa Nacional de Hidrocarbonetos (ENH) de Moçambique. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH