Grupo italiano ENI descobre mais 250 milhões de barris de petróleo em Angola

15 May 2019

Um poço de petróleo que se estima contenha 250 milhões de barris de petróleo leve foi descoberto no bloco 15/06, em águas profundas do mar de Angola, informou em comunicado o grupo italiano ENI.

O poço Ndungu-1 NFW, onde foi feita a descoberta, fica localizado a cerca de 130 quilómetros da costa, a dez a nordeste da Unidade Flutuante de Produção e Armazenamento (FPSO) N’goma e a dois do campo de produção de Mpungi e foi perfurado a uma profundidade de água de 1076 metros e total de 4050 metros.

O grupo ENI afirma no comunicado ser o Ndungu a primeira descoberta importante de petróleo numa área já em exploração e acrescenta que a mesma valida a legislação aprovada pelo governo de Angola, nomeadamente o decreto presidencial 5/18, de 18 de Maio, que estabelece um enquadramento mais favorável para actividades adicionais naquelas áreas.

O grupo italiano acrescentou ser esta a quarta descoberta de natureza comercial desde que a parceria do bloco 15/06 lançou a sua nova campanha de prospecção em meados de 2018, depois das designadas por Kalimba, Afoxé e Agogo que, em conjunto, deverão conter 1400 milhões de barris de petróleo leve.

O consórcio do bloco 15/06 é constituído pelo grupo ENI, que funciona como operador, Sonangol P&P, ambos com uma participação de 36,8421% cada, sendo os restantes 26,3158% da SSI Fifteen Limited. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH