Mais de metade da oferta hoteleira de Angola está em Luanda

24 May 2019

A cidade de Luanda alberga 60% dos empreendimentos e equipamentos hoteleiros existentes em Angola, ficando 40% para as restantes 17 províncias, disse quinta-feira em Luanda a ministra da Hotelaria e Turismo.

Ângela Bragança, ao intervir no painel “Turismo e a inclusão social em África” no decurso da reunião do Fórum Mundial do Turismo, disse ainda que o sector dispõe de 28 462 quartos, dos quais 14 088 são quartos de hotel e 14 374 são de outros tipos de alojamento.

A ministra disse ainda que existem em Angola 235 hotéis, 1771 empreendimentos hoteleiros, 5829 restaurantes e similares, bem como 317 agências de viagens, segundo a agência noticiosa Angop.

Ângela Bragança apontou como principais dificuldades do turismo em Angola a carência e a fragilidade de infra-estruturas e acessibilidades, o défice de produção interna e dependência das importações e a escassez de equipamentos hoteleiros, oferta complementar, formação e qualificação da força de trabalho, incluindo de gestores.

O Presidente angolano, ao discursar na sessão de abertura do Fórum, disse que o sector do Turismo assume um importante papel como promotor do desenvolvimento e gerador de receitas e de postos de trabalho, facilitando ainda a diversificação da economia.

O Fórum Mundial do Turismo tem em carteira para Angola, segundo o seu presidente, o turco Bulut Bagci, um investimento de mil milhões de dólares, para ao longo de cinco anos ajudar a desenvolver a actividade turística, atrair investidores e promover a imagem de Angola.

Esta reunião congregará até sábado em Luanda líderes da indústria do turismo a nível mundial. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH