Banco português CGD financia empreitada em Angola

30 May 2019

A Caixa Geral de Depósitos (CGD) vai financiar 85% do contrato de 270 milhões de euros adjudicado à construtora Mota-Engil para a modernização das instalações navais do Soyo, no norte de Angola, segundo um despacho assinado pelo Presidente angolano.

O despacho com data de 22 de Maio, citado pela agência noticiosa Lusa, adjudica a empreitada àquele grupo português de construção civil e aprova o contrato de financiamento entre o Estado angolano e a CGD no montante de 252,53 milhões de euros.

O montante do contrato assinado com o banco estatal português, além de financiar 85% do valor da empreitada, garante 100% do prémio do seguro.

O grupo Mota-Engil informou terça-feira em comunicado ao mercado ter a subsidiária Mota-Engil Engenharia e Construção África obtido um contrato no valor de 270 milhões de euros para modernizar as instalações navais do Soyo.

O comunicado divulgado através da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários adianta que o contrato contempla a execução de três actividades principais, dragagem, construção de cais e edifícios e infra-estruturas. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH