Portugal paga 4,09% pela primeira emissão de dívida da Zona Euro na China

31 May 2019

Portugal vai pagar uma taxa de cupão de 4,09% pela colocação de dívida no mercado da China, através de uma emissão de 2 mil milhões de yuans (cerca de 260 milhões de euros) a três anos, informou a Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública.

O principal objectivo desta emissão, em que a procura foi três vezes superior à oferta, era alargar a base de investidores interessadas em tomar dívida pública portuguesa.

O secretário de Estado das Finanças, Ricardo Mourinho Félix, reconheceu em declarações recentes que a taxa de juro a pagar por esta emissão de “obrigações-panda” seria provavelmente superior à actualmente paga por Portugal para se financiar.

Portugal está a pagar valores historicamente baixos para emitir dívida pública (a referência a 10 anos está em 1,033%), tendo o secretário de Estado afirmado que a taxa mais elevada a pagar “será o custo por entrar num novo mercado.”

Com esta emissão Portugal torna-se o primeiro país da Zona Euro a emitir obrigações em moeda chinesa, sendo que a Áustria e a Polónia pretendem igualmente emitir “obrigações-panda” no decurso de 2019.

Estiveram envolvidos nesta operação o Banco da China e o HSBC como líderes, tendo o CaixaBI, do grupo estatal Caixa Geral de Depósitos, desempenhado o papel de consultor financeiro. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH