Dirigente da IMPA sugere abandono da construção do porto da Barra do Dande, em Angola

25 June 2019

O projecto de construção do porto da Barra do Dande deve ser repensado, disse na cidade do Soyo o director-geral do Instituto Marítimo e Portuário de Angola (IMPA).

Nazareth Neto defendeu em alternativa uma aposta na melhoria dos seis portos que já existem no país – Luanda, Namibe, Cabinda, Lobito, Soyo e Porto Amboim.

Ao prestar declarações à margem do Encontro Técnico do Subsector da Marinha Mercante e Portos, que se realizou naquela cidade da província do Zaire, o director-geral do IMPA salientou ser mais lógico proceder em primeiro lugar à melhoria de condições nos portos já existentes para, mais tarde, se ajuizar da necessidade de construir outros.

“A crise económica levou à redução drástica do movimento nos portos nacionais, pelo que qualquer investimento no sector deve ser cuidadoso, sob pena de não haver o retorno desejado”, assinalou Nazareth Neto, citado pelo Jornal de Angola.

O director do IMPA referiu-se, por outro lado, ao projecto do porto de águas profundas na localidade do Caio Litoral, Cabinda, tendo afirmado que a sua construção vai ser efectuada por fases e que deve contar com a sua própria actividade para o reinvestimento, garantindo a continuação das obras.

Nazareth Neto salientou que o futuro porto, além de facilitar o transporte de bens para o norte de Angola, poderá beneficiar países vizinhos como o Congo Brazzaville e a República Democrática do Congo. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH