Fundo Soberano de Angola paga Plano Integrado de Intervenção nos Municípios

28 June 2019

O Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM) de Angola, quinta-feira apresentado em Luanda, irá ser financiado com dois mil milhões de dólares do Fundo Soberano, disse o Presidente João Lourenço.

O Presidente, citado pela agência noticiosa Angop, disse que os activos do Fundo Soberano que estavam fora do controlo do Estado foram recuperados, “o que vai permitir executar programas nos 164 municípios do país sem ter de recorrer ao endividamento público.”

Referiu que o plano prevê acções nos sectores da educação, saúde, infra-estruturas administrativas, das vias de comunicação secundárias e terciárias, segurança pública, saneamento básico, energia, água, entre outros áreas importantes para as comunidades.

“É propósito do governo fazer dos municípios o centro do desenvolvimento nacional”, disse João Lourenço, para acrescentar que o plano, a ser desenvolvido até ao ano de 2020, o Chefe de Estado considerou ser uma oportunidade para o empresariado nacional concorrer às diferentes empreitadas.

O PIIM inclui o reinício de obras paradas por falta de financiamento, construção de cerca de quatro mil salas de aulas, perto de 200 equipamentos hospitalares, terraplenagem e asfaltagem de estradas, bem como de 36 complexos residenciais. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH