Angola procura reduzir sector informal da economia

4 July 2019

As autoridades de Angola estão a trabalhar no sentido de reduzir o sector informal da economia, disse terça-feira na Universidade de Cambridge o governador do Banco Nacional de Angola (BNA), José Lima Massano.

O governador, que dissertava sobre o tema “O papel da regulamentação bancária na promoção das instituições financeiras/Caso angolano”, adiantou que as autoridades estão igualmente envolvidas no desenvolvimento de ferramentas analíticas para gestão de riscos no sector financeiro.

José Lima Massano, que participou no evento a convite do “Cambridge Centre For Alternative Finance”, informou os presentes que o BNA está empenhado na disseminação de informação sobre os conceitos básicos de serviços bancários e de produtos financeiros disponíveis, a fim de aumentar o conhecimento dos utilizadores.

Questões sobre os desafios e as iniciativas encetadas pelo Banco Nacional de Angola, em parceria com o Ministério das Finanças, Agência de Resseguros e Seguros de Angola e Comissão de Mercados de Capitais, no âmbito do Plano Nacional para Inclusão Financeira (2018), foram também abordadas pelo governador do BNA, segundo a agência noticiosa Angop. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH