Primeiro-ministro de São Tomé e Príncipe apela a investimento de empresas da China

O primeiro-ministro de São Tomé e Príncipe apelou aos participantes no 14º encontro empresarial entre a China e os países de língua portuguesa que invistam no arquipélago, “transformando-o numa plataforma estratégica e de referência no golfo da Guiné”, segundo a imprensa local.

Jorge Bom Jesus, citado pela agência noticiosa STP Press, solicitou aos cerca de 200 empresários da China e da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) que apreciem o leque de oportunidades que São Tomé e Príncipe oferece, de que mencionou o porto e o aeroporto, bem como telecomunicações, turismo, agro-indústria e exploração petrolífera.

“Aos empresários chineses presentes neste fórum saibam que São Tomé e Príncipe abre as suas portas e, por via delas, o espaço sub-regional do golfo da Guiné para investimento chinês”, disse o primeiro-ministro, para acrescentar que o repto é igualmente lançado aos empresários da CPLP, dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP), da Comunidade Económica dos Estados da África Central (CEEAC) e da União Europeia.”

O director da Agência de Promoção, Comércio e Investimento (APCI), Rafael Branco, disse na sua intervenção que durante dois dias, sob diversas formas, momentos e cenários, “iremos apresentar-vos oportunidades de negócios nos sectores do turismo e hotelaria, da agricultura, pescas e transformação, comércio e indústria, infra-estruturas, obras públicas, novas tecnologias, serviços e outros.”

Além do primeiro-ministro e do director da Agência de Promoção, Comércio e Investimento, a cerimónia de abertura contou com um discurso da presidente do Instituto de Promoção do Comércio e do Investimento de Macau (IPIM), Irene Va Kuan Lau, bem como do secretário-geral adjunto do Secretariado Permanente do Fórum Macau, Ding Tian.

Esta é a primeira vez que São Tomé e Príncipe acolhe este encontro de regime rotativo iniciado em 2005 entre a China e os países de língua portuguesa, uma organização do Conselho para a Promoção do Comércio Internacional da China e do Instituto de Promoção do Comércio e do Investimento de Macau. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH