Chefe do Executivo reafirma que iniciativa Faixa Rota é uma oportunidade estratégica para Macau

O Chefe do Executivo de Macau reafirmou terça-feira que a construção da Faixa e Rota é uma oportunidade estratégica que permite que o território acompanhe o desenvolvimento internacional, se integre no desenvolvimento nacional e promova o seu próprio desenvolvimento.

Chui Sai On, que falava durante o Simpósio da Faixa e Rota e o Desenvolvimento de Macau – 2019, considerou que a iniciativa da China é importante, um vez que contribui para o enriquecimento do princípio “Um país, dois sistemas.”

O Chefe do Executivo disse ainda estar convicto que, com o apoio do governo central e com os esforços de toda a população, Macau prestará os maiores contributos para a construção da Faixa e Rota.

Chui lembrou que Macau tem estado a integrar-se no processo de desenvolvimento da China Continental, a articular-se com o planeamento geral do governo central e o seu plano quinquenal de desenvolvimento e a posicionar-se enquanto Centro Mundial de Turismo e Lazer e Plataforma de Serviços para a Cooperação Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa.

Chui disse ainda que Macau irá criar o Centro para a Regularização das Transacções em RMB para os Países de Língua Portuguesa e uma Plataforma de Prestação de Serviços Financeiros entre a China e os Países de Língua Portuguesa.

O Chefe do Executivo referiu igualmente que Macau irá aproveitar as vantagens decorrentes do estabelecimento em Macau de um número considerável de chineses regressados do exterior e das amplas relações com os países do Sudeste Asiático, os de língua portuguesa e os da União Europeia, para a construção de uma base de formação de quadros bilingues em chinês e português e de um centro de intercâmbio no domínio da cultura entre a China e os países de língua portuguesa. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH