Sector privado deve assumir papel de motor do crescimento económico em Angola

10 July 2019

O governo de Angola está empenhado em criar condições para que o sector privado assuma o seu papel de motor do crescimento económico, garantiu o ministro de Estado para a Coordenação Económica, em discurso proferido terça-feira em Luanda.

Ao intervir na cerimónia de abertura da edição de 2019 da Feira Internacional de Luanda (Filda), a decorrer até sábado na Zona Económica Especial Luanda-Bengo, em Viana, o ministro Manuel Nunes Júnior convidou as empresas participantes a investirem e a criarem condições para se instalarem no país.

Presentes na 35.ª edição da Filda, uma realização conjunta entre o Ministério da Economia e Planeamento e a empresa Eventos Arena, estão 785 empresas angolanas e estrangeiras de 21 países e do território de Macau, entre os quais Portugal e Alemanha, que trazem o maior número de participantes.

O ministro, que falava em nome do Presidente da República, pediu ainda aos empresários estrangeiros que confiem no trabalho do governo e em Angola, que vive um período de reformas, que vão ajudar a melhorar o ambiente de negócios e facilitar o trabalho dos investidores estrangeiros.

Manuel Nunes Júnior fez referência, a título de exemplo, à emissão do Visto do Investidor, que permite múltiplas entradas, permanência e residência temporária. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH