Moçambique contrata grupo CITIC para construir 35 mil habitações

22 July 2019

Uma empresa subsidiária do grupo estatal chinês CITIC vai construir 35 mil habitações em Moçambique, ao abrigo de um acordo recentemente assinado com o Fundo de Fomento para Habitação (FFH), noticiou o jornal electrónico mediaFAX.

Com início marcado para meados de 2020 e com um horizonte de execução de 5 anos, a empresa deverá construir 15 mil casas na zona sul, 10 mil no centro e outras 10 mil no norte, segundo os termos do contrato.

Este projecto visa construir habitações a um custo que seja acessível a jovens e funcionários públicos, que enfrentam problemas em conseguir uma casa própria, estão previsto que sejam utilizadas técnicas de construção de baixo custo.

Arlindo Munguambe, presidente do FFH, disse que o projecto visa abranger todas as províncias, devendo o custo de aquisição oscilar entre 30 mil e 40 mil dólares.

O ministro das Obras Públicas, Habitação e Recursos Hídricos, João Machatine, que participou na cerimónia, exigiu que as partes envolvidas no actual projecto não venham a falhar, a fim de que não se equipare a tantos outros que nunca saíram do papel.

O conselheiro económico e comercial da China em Moçambique, Tom Hu, disse que a assinatura deste acordo é o resultado de negociações entre os governos dos dois países e adiantou que este projecto contempla igualmente as necessidades das populações afectadas pelos ciclones Idai e Kenneth. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH