Angola recebe navio de investigação científica “Baía Farta”

23 July 2019

O navio de investigação científica “Baía Farta” foi segunda-feira formalmente entregue ao governo de Angola pela empresa romena Damen Shipyards Mangalia, que tinha iniciado a sua construção em 2016, tendo o acto sido testemunhado pela ministra das Pescas e do Mar, Maria Antonieta Baptista, noticiou a imprensa angolana.

A ministra, depois de recordar que o navio custou 80 milhões de dólares, disse que a sua manutenção vai ser onerosa, “sendo por isso necessário encontrar iniciativas que o tornem auto-sustentável, uma vez que é muito útil não apenas para Angola mas também para África e para o mundo.”

O navio deverá iniciar a sua vida útil ao serviço de Angola em finais de Agosto ou na primeira semana de Setembro, sendo que a equipa angolana que irá substituir a estrangeira que presentemente opera a embarcação está a ser preparada para começar a trabalhar por ocasião do início das provas de mar.

Após a sua conclusão nos estaleiros da empresa romena, o “Baía Farta” foi inicialmente sujeito a testes no Mar Negro e mais tarde no Oceano Atlântico, quando rumava a Angola.

Com 74 metros de comprimento, o navio dispõe de uma sala acústica, quatro laboratórios, um ginásio, camarotes duplos, cozinha, área de serviço com 15 monitores de comando e três computadores para o comando do sonar (aparelho electrónico utilizado geralmente na navegação naval para medir a distância entre a superfície da água e o fundo marinho). (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH