Comércio entre a China e os países de língua portuguesa aumenta 3,8% de Janeiro a Maio

O valor do comércio entre a China e os países de língua portuguesa cresceu 3,8% em termos homólogos para 58 836 milhões de dólares no período entre Janeiro e Maio de 2019, segundo dados oficiais chineses divulgados pelo Fórum de Macau.

A China exportou nesse período de cinco meses para os oito países de língua portuguesa produtos no valor de 16 227 milhões de dólares (-4,51% em termos homólogos) e importou bens no montante de 42 608 milhões de dólares (+7,47%), assumindo dessa forma um défice comercial de 26 381 milhões de dólares.

O Brasil foi responsável por 75% da totalidade das trocas comerciais registadas no período com um comércio bilateral com a China no valor de 44 007 milhões de dólares (+5,34%), com as empresas chinesas a terem vendido bens no valor 12 929 milhões de dólares (-7,16%) e a terem comprado produtos no montante de 31 078 milhões de dólares (+11,59%).

Angola surge em segundo em termos de valor, com um comércio bilateral no montante de 11 098 milhões de dólares (-3,26%), com a China a ter vendido bens no valor de 745 milhões de dólares (-13,21%) e a ter comprado produtos no montante de 10 352 milhões de dólares (-2,46%).

O comércio com Portugal ascendeu nos primeiros cinco meses do ano a 2673 milhões de dólares (+13,43%), com as empresas da China a terem vendido bens no valor de 1745 milhões de dólares (+21,25%) e a terem importado produtos no montante de 928 milhões de dólares (+1,17%).

As trocas comerciais com Moçambique atingiram 963 milhões de dólares (+2,01%), com a China a ter vendido bens no valor de 719 milhões de dólares (+5,87%) e as empresas moçambicanas a terem exportado produtos no montante de 244 milhões de dólares (-7,88%).

O valor do comércio entre a China e os restantes países de língua portuguesa – Cabo Verde, Guiné-Bissau, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste – atingiu no período em análise 93,58 milhões de dólares. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH