Interligação eléctrica Moçambique-Malaui conta com ajuda financeira da Alemanha

16 August 2019

A Alemanha vai ajudar a financiar o projecto de interligação eléctrica Moçambique-Malaui, ao abrigo de um acordo a ser hoje, sexta-feira, assinado entre o banco alemão KfW e o governo moçambicano, representado pela Electricidade de Moçambique, segundo informação oficial.

O Ministério dos Recursos Minerais e Energia informou em comunicado que o projecto consiste na construção de uma subestação de 400 KV e de uma linha de transporte de energia, com uma extensão de 218 quilómetros, entre Matambo (província de Tete) e Phombeya (Malaui), ligando as redes eléctricas dos dois países.

Esta linha de transporte fará com que o Malaui fique pela primeira vez ligado à “Southern Africa Power Pool”, permitindo a Moçambique exportar energia eléctrica para aquele país, tendo o acordo de compra de energia e demais acordos técnicos e comerciais entre a Electricidade de Moçambique e a “Electricity Supply Commission of Malawi” (Escom) sido assinados em Abril de 2019 em Blantyre.

O custo deste projecto do lado de Moçambique ascende a 100 milhões de dólares, tendo o governo da Alemanha concedido uma doação de 30 milhões de euros, a serem canalizados através do KfW.

O Banco Mundial aprovou uma doação de 42 milhões de dólares para este projecto e será ainda responsável pelo desembolso de uma doação da Noruega no montante de 24 milhões de dólares.

O ministro dos Recursos Minerais e Energia de Moçambique, Max Tonela, afirma no documento que o Malaui poderá, através deste projecto, “participar em igualdade de condições com todos os outros Estados Membros (da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral) no comércio regional de electricidade.” (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH