Défice orçamental de Moçambique deve ficar em 8,9% do PIB em 2019

19 August 2019

O défice orçamental de Moçambique em 2019 deve ficar em 8,9% do Produto Interno Bruto, valor que representa uma diminuição de 80 pontos base relativamente ao contabilizado em 2016, disse o ministro da Economia e Finanças.

Adriano Maleiane, citado na edição de sexta-feira do matutino Notícias, de Maputo, afirmou que a melhoria do equilíbrio das contas públicas tem sido alcançada através do aumento da arrecadação de receitas, racionalização da despesa pública e reforma do sector empresarial do Estado.

O ministro disse ainda que não obstante o governo ter sido obrigado a adoptar Orçamentos de Estado mais restritivos nos últimos anos, mais verbas foram canalizadas para as áreas sociais, nomeadamente saúde e educação.

Ao efectuar o balanço do desempenho macro-económico dos últimos quatro anos, de 2015 a 2018, Maleiane adiantou que o Produto Interno Bruto registou um crescimento médio de 4,4%, que a taxa de inflação rondou 10,6%, que as exportações atingiram 15,3 mil milhões de dólares e que as importações tiveram um valor médio de 22,1 mil milhões de dólares.

Ainda na sexta-feira, o Presidente Filipe Nyusi procedeu à inauguração das novas instalações do Ministério da Economia e Finanças, duas torres gémeas com 19 piso cada, com capacidade para mil funcionários, mais cinco subterrâneos para estacionamento de viaturas ligeiras.

A construção do edifício custou 4,7 mil milhões de meticais (cerca de 77 milhões de dólares) financiados por um banco local na modalidade de locação financeira, o que para o ministro da Economia e Finanças, Adriano Maleane foi a melhor opção porque o custo não é classificado como dívida, mas sim como pagamento de serviços, de uma renda. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH