Programa Integrado de Desenvolvimento do Comércio Rural 2019-2020 pretende tornar Angola auto-suficiente na produção de alimentos

21 August 2019

O Programa Integrado de Desenvolvimento do Comércio Rural 2019-2020 deverá criar as bases para tornar Angola um país auto-suficiente na produção alimentar, reduzindo dessa forma as importações, disse terça-feira, em Luanda, o secretário de Estado do Comércio, Amadeu Nunes.

O secretário de Estado prestava declarações à margem da 8ª reunião ordinária da Comissão Económica do Conselho de Ministros que, entre outros assuntos, efectuou uma avaliação daquele programa, disse que o mesmo visa fomentar a produção nacional e garantir a distribuição dos produtos.

Disse ainda que Angola dispõe de condições para voltar a ser um exportador de diversos produtos, deixando de depender de um único, “tal como demonstram os dados estatísticos de 1972 e 1973.

O Programa Integrado de Desenvolvimento do Comércio Rural 2019-2020, conjugado com outros factores, como transportes e logísticas, irá garantir o escoamento da produção para os centros de consumo, disse ainda Amadeu Nunes, citado pela agência noticiosa Angop.

O secretário de Estado adiantou que o presente programa defende uma participação maior do sector privado na aplicação das 10 medidas e 173 acções previstas e acrescentou que se vai procurar evitar cometer os mesmos erros como os ocorridos na execução de iniciativas como o Programa de Aquisição de Produtos Agrícolas (Papagro), que falhou no escoamento, com o consequente apodrecimento dos produtos. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH