Nova central fotovoltaica em estudo em Moçambique

23 August 2019

O estudo de impacto ambiental de uma central fotovoltaica de 50 megawatts de potência a construir em Lichinga, capital da província do Niassa, norte de Moçambique, terá início em Setembro, ao abrigo de um memorando recentemente assinado.

O memorando foi assinado entre o governo provincial, a igreja anglicana no Niassa e a empresa Gigawatt Global, sendo que o investimento previsto está estimado em 200 milhões de dólares, segundo o matutino Notícias, de Maputo.

A energia eléctrica a ser produzida será canalizada para a rede nacional gerida pela estatal Electricidade de Moçambique para cobrir o défice que alguns distritos daquela província enfrentam de momento, nomeadamente Lago, Mecula, Mecanhelas, Mavago e Mandimba.

A Gigawatt Global é uma empresa centrada no desenvolvimento e na gestão de projectos de energias renováveis, estando presente em países como o Burundi, Etiópia e Sudão do Sul e agora eventualmente Moçambique. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH