Japão empresta 44 milhões de dólares a Moçambique para Central Termoeléctrica de Maputo

26 August 2019

O Japão concedeu um empréstimo de 44 milhões de dólares a Moçambique para viabilizar projectos da Central Termoeléctrica de Maputo (CTM), tendo o respectivo acordo sido assinado sexta-feira em Maputo assinado pelo ministro dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, José Pacheco, e pelo embaixador do Japão em Moçambique, Toshio Ikeda.

Um comunicado oficial divulgado na capital moçambicana informa que o empréstimo permitirá a realização de um contrato de manutenção de longo prazo e tornará possível a continuação da manutenção e a gestão apropriada, através da verificação da medição do ciclo correcto, fornecimento de peças sobressalentes e transferência de tecnologias através do trabalho conjunto na central.

A Central Termoeléctrica de Maputo, de ciclo combinado de gás, foi inaugurada pelo Presidente da República, Filipe Nyusi, em Agosto de 2018, tendo sido o maior investimento do governo de Moçambique e da estatal Electricidade de Moçambique (EDM) em infra-estruturas de produção de energia eléctrica nos últimos 30 anos.

A construção da Central Termoeléctrica de Maputo, orçada em 180 milhões de dólares, foi financiada com um empréstimo da Agência Japonesa de Desenvolvimento de 167 milhões de dólares com um período de pagamento de 40 anos, cabendo ao Governo participar com os restantes 13 milhões de dólares, tendo o apoio japonês incluído, além da construção da central, a formação dos quadros da EDM na operação e manutenção, bem como seis anos de serviços de manutenção a ser feita pelo fabricante do equipamento. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH