Angola aposta em sistemas individuais de produção de energia solar

11 September 2019

Angola pretende instalar 30 mil sistemas individuais de produção de energia solar e construir um central solar com uma capacidade de 600 megawatts, disse terça-feira em Luanda o ministro da Energia e Águas.

João Baptista Borges, que intervinha numa palestra sobre financiamento de projectos de energias renováveis, que contou com a participação de empresas públicas e privadas, bem como de estudantes universitários, disse que os projectos mencionados enquadram-se nos planos de Desenvolvimento do Sector Eléctrico e no de Segurança Energética de Angola.

O ministro disse que a energia solar tem um custo cada vez mais competitivo e é, actualmente, uma solução para a electrificação do país, sobretudo em sistemas individuais que possam ser instalados em aldeias, segundo o Jornal de Angola.

João Baptista Borges divulgou a criação de um sociedade-veículo que facilite e assegure a captação de financiamentos, para projectos de electrificação nas áreas rurais.

Na Lei Geral de Electricidade está prevista a criação da Agência Nacional de Electrificação Rural, um órgão que vai interagir com parceiros públicos e privados, com vista a identificar e conduzir projectos sem viabilidade económica.

“Mais de metade da população não tem acesso à electricidade e necessitamos, de facto, encontrar soluções imaginativas, soluções de baixo custo que possam responder a estas grandes necessidades”, disse o ministro.

João Baptista Borges revelou ainda estar em fase de conclusão a elaboração de um conjunto de regulamentos para facilitar a participação do sector privado, sobretudo na regulamentação ligada às tarifas e produção a serem adoptadas nas energias renováveis. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH