Moçambique será um país de rendimento médio até 2035

12 September 2019

Moçambique deverá passar a país de rendimento médio até 2035 ao atingir as metas preconizadas na Estratégia Nacional de Desenvolvimento Económico de Moçambique 2015/35, afirmou o ministro da Economia e Finanças.

Adriano Maleiane renovou a determinação do governo em alcançar as metas ao intervir na IV Cimeira “Financial Times” em Moçambique, evento que juntou quarta-feira em Maputo entidades do mundo empresarial para abordar questões ligadas às estratégias de atracção de mais investimentos à indústria do gás natural.

O ministro, citado pela agência noticiosa AIM, salientou que o objectivo do Governo é elevar a qualidade de vida dos moçambicanos “criando oportunidades para que possam, por si próprios, criar a sua própria riqueza.”

Adriano Maleiane salientou que no âmbito da Estratégia Nacional há reformas em curso no sector da educação, por exemplo, para formar pessoas capazes de competir no mercado de trabalho, não para saber muito, mas sim saber fazer muito.”

Entre as metas preconizadas na estratégia, Maleiane mencionou a relativa à redução da importação de bens de consumo, que representam cerca de 24% das importações totais, tendo mencionado o caso do arroz que pode ser produzido internamente.

Ao ser questionado sobre os passos que estão a ser dados para a criação de um Fundo Soberano, que irá reunir as receitas fiscais da comercialização de gás natural, Adriano Maleiane disse estar-se ainda numa fase de reflexão, tendo o Banco de Moçambique sido incumbido de promover debates com a sociedade civil para discutir o que fazer. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH