Macau deverá retomar crescimento económico no 2.º semestre de 2019

13 September 2019

A economia de Macau deverá retomar o caminho do crescimento no segundo semestre de 2019, segundo as mais recentes previsões da Economist Intelligence Unit (EIU), que prevê para o conjunto do ano uma contracção de 1,0%.

Os números mais recentes divulgados pela Direcção de Serviços de Estatística e Censos (DSEC) revelam ter a economia do território registado uma contracção de 2,5% no primeiro semestre de 2019.

A DSEC chamou, no entanto, a atenção para o facto de a economia de Macau ter registado uma contracção em termos anuais de 1,8% no segundo trimestre do ano, variação que correspondia a um abrandamento face à descida de 3,2% registada no primeiro trimestre de 2019.

A EIU prevê para 2020 um crescimento económico positivo com uma taxa de 3,2%, se bem que não antecipe grandes variações nos principais indicadores, sendo a grande excepção a formação bruta de capital fixo ou investimento que de uma taxa negativa de 21,0% este ano progredirá para uma taxa igualmente negativa de 11,2% em 2020.

O relatório remete a previsão de crescimento económico em 2020 para um aumento da exportação de serviços embora afirme que o sector do jogo continuará a desacelerar devido à ausência da abertura de novos casinos e à redução da despesa com apostas dos turistas do continente chinês.

Os esforços do governo no sentido de diversificar a economia terão pouco êxito, segundo a EIU, que menciona serem os operadores do jogo a diversificarem a oferta turística com uma aposta em actividades de entretenimento e lazer não directamente relacionadas com o jogo.

A EIU refere igualmente que os projectos de investimento público, como sejam uma nova zona de habitação social, o complexo médico das ilhas e a primeira fase do metropolitano ligeiro de superfície da península de Macau, darão um impulso qualificado de ligeiro à formação bruta de capital fixo.

Em contraste, a despesa pública continuará a ser a componente do Produto Interno Bruto com maior taxa de crescimento em 2019/2020, com o governo do território a utilizar esse agregado para suster a economia. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH