Crédito malparado em Cabo Verde ultrapassa 150 milhões de dólares

23 September 2019

O crédito vencido a mais de 90 dias ou malparado em Cabo Verde ultrapassa 15 mil milhões de escudos (150 milhões de dólares) e representa cerca de 12% do total de crédito concedido, disse sexta-feira na Praia o vice-primeiro-ministro e ministro das Finanças, Olavo Correia.

“Doze por cento é um valor elevadíssimo quando se faz uma comparação internacional e, embora os bancos tenham uma situação financeira sólida e disponham de liquidez, não podemos aspirar a ser um país desenvolvido com tantos incumpridores”, disse o ministro.

Olavo Correia, que intervinha num encontro de divulgação do anteprojecto de penhora de bens móveis, afirmou que um dos princípios fundamentais para garantir o desenvolvimento é ter uma sociedade cumpridora de prazos, de obrigações e de contratos.

“Quando falamos de facilitar o acesso ao crédito referimo-nos à remoção de barreiras desnecessárias, não da introdução de facilidades excessivas”, disse Olavo Correia, para acrescentar que não cumpre não deve ter acesso ao financiamento nem dos bancos, nem do Governo e dos mercados de capitais.

O Governo, avançou, está a trabalhar para criar uma solução e evitar que o crédito malparado tenha “grandes implicações” no sistema bancário, segundo a agência noticiosa Inforpress.  (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH