Produtos de Moçambique continuam a entrar no Reino Unido livres de quotas e de direitos aduaneiros

14 October 2019

Os produtos moçambicanos exportados para o Reino Unido continuarão a beneficiar de tratamento preferencial, mesmo com a saída deste país da União Europeia, ao abrigo de um acordo recentemente assinado em Londres entre as partes envolvidas.

O acordo, assinado ainda pelos membros da União Alfandegária da África Austral (SACU, na sigla em inglês), designadamente África do Sul, Botswana, Namíbia, Lesotho e eSwatini (antiga Suazilândia), estabelece uma zona do comércio livre que permite que os produtos oriundos deste grupo de países acedam ao mercado britânico livres de quotas e isentos do pagamento de direitos aduaneiros.

Moçambique, juntamente com os membros da SACU, assinou, em 2016, um Acordo de Parceria Económica (APE) com a União Europeia, organismo do qual o Reino Unido ainda faz parte.

O acordo rubricado há dias com o Reino Unido constitui uma réplica do APE que os países da SACU e Moçambique estabeleceram com a União Europeia, em 2016, e visa garantir o comércio preferencial entre as partes, depois da retirada do Reino Unido da União Europeia. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH