Empresários estrangeiros fazem investimentos na Zona Económica Especial (ZEE) Luanda/Bengo, em Angola

15 October 2019

Empresários da Índia, Coreia do Sul, Emirados Árabes Unidos e Eritreia fazem parte dos investidores estrangeiros que estão a aplicar recursos financeiros na abertura de fábricas na Zona Económica Especial (ZEE) Luanda/Bengo, disse uma fonte da Sociedade de Desenvolvimento da ZEE.

A fonte, citada pela agência noticiosa Angop, disse que empresários dos Emirados estão a investir numa fábrica de montagem de tractores, os indianos estão a aplicar capitais numa unidade de empacotamento de leite e numa outra de sacos de ráfia enquanto os da Eritreia estão a investir numa fábrica de sabão e sabonetes.

Estas unidades fabris poderão entrar em funcionamento ainda este mês, sendo que a administração da Sociedade de Desenvolvimento da ZEE, que foi constituída em 209, espera também receber investimentos da China, França, Japão, Portugal, África do Sul e Estados Unidos da América.

As 160 empresas existentes na ZEE operam em áreas como indústria alimentar, bebidas, metalurgia, materiais de construção civil, plásticos, montagem de veículos, tintas e vernizes e carpintaria.

O presidente do Conselho de Administração, Henriques da Silva, reiterou a abertura do espaço para o investimento privado, considerando estarem criadas as condições para o efeito, numa mensagem que dirigiu aos trabalhadores por ocasião do décimo aniversário. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH