FMI em São Tomé e Príncipe para mais uma avaliação macro-económica do país

7 November 2019

Uma missão do Fundo Monetário Internacional iniciou quarta-feira em São Tomé mais uma ronda de avaliação macro-económica de São Tomé e Príncipe com uma reunião com o ministro das Finanças, Osvaldo Vaz.

A chefe da missão do FMI, Xiangming Li, sublinhou, de novo, ser fundamental que o governo do arquipélago encontre um ponto de equilíbrio entre os recursos, receitas e despesas, para que seja possível que o país se desenvolva em termos económicos e sociais.

Li disse ainda que os membros da missão vão analisar a proposta de lei de Orçamento Geral do Estado para 2020, em conjunto com os membros do governo são-tomense e tendo em atenção o programa de apoio que está a ser aplicado.

A missão do FMI vai ainda analisar a evolução e perspectiva monetária, cambial incluindo o ponto de situação nas empresas de comercialização e produção de combustíveis, electricidade, água e comunicações, caso das empresas Nacional de Combustíveis e Óleos e de Água e Electricidade e Companhia Santomense de Telecomunicações, entre outras avaliações constantes do programa desta visita.

Esta nova ronda de avaliação acontece cinco semanas depois do FMI ter aprovado um novo acordo de 40 meses com São Tomé e Príncipe ao abrigo da Facilidade de Crédito Alargado no montante de 18,2 milhões de dólares, para apoiar reformas económicas e estruturais no país.

Em cumprimento a uma das exigências do FMI, o parlamento são-tomense aprovou, há pouco menos de duas semanas, o código do Imposto sobre o Valor Acrescentado (IVA) a ser aplicado a partir de 1 de Março de 2020 no arquipélago. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH