Presidente de Moçambique inaugura estrada reconstruída por empresa da China

15 November 2019

A Estrada Nacional No 6, que liga a cidade portuária da Beira à vila de Machipanda, na fronteira de Moçambique com o Zimbabué, foi quinta-feira inaugurada pelo Presidente da República, depois de o empreiteiro, a empresa chinesa Anhui Foreign Economic Construction (Group) Co., Ltd ter concluído as obras de reparação e alargamento.

Com um custo de 410 milhões de dólares, financiados pelo Banco de Exportações e Importações da China e pelo Governo de Moçambique, as obras iniciaram-se a 1 de Abril de 2015 e deveriam ter terminado a 31 de Março de 2018, tendo sofrido um atraso devido à falta de fundos para realojar as famílias e os estabelecimentos comerciais existentes na zona de Inchope.

“A estrada entre a cidade costeira da Beira e a vila de Machipanda, juntamente com a estrada Vanduzi-Changara-Zóbwè, na fronteira com o Malaui, constituem um factor determinante no centro do país e na região, pelo impacto sócio-económico que traz para Moçambique e para outros países da Comunidade de Desenvolvimento de Africa Austral (SADC), com que interliga” , disse o Presidente Filipe Nyusi, citado pela agência noticiosa AIM.

O Presidente recordou que num passado recente a circulação naquela estrada era condicionada devido ao estado de degradação em que se encontrava, bem como a sua largura limitada e má qualidade que “limitava o fluxo de pessoas e mercadorias, reduzindo o desempenho económico desta região do país, em particular, e de Moçambique, em geral.”

Nyusi disse ainda que a partir de agora deixam de ser necessárias sete horas para percorrer os 288 quilómetros da Beira a Machipanda, período de tempo que passou para quatro horas, “além do que aumentou a segurança e o conforto dos utentes, reduziu-se o risco de avarias, assaltos e roubos e os aglomerados populacionais atravessados por esta estrada passam a beneficiar de acesso facilitado a diferentes tipos de serviços.” (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH