Companhia portuguesa EuroAtlantic Airways vendida a sociedade com sede no Luxemburgo

A companhia aérea portuguesa EuroAtlantic Airways foi vendida à sociedade de aviação Imperial Jet (I-Jet Aviation), com sede no Luxemburgo, tendo o negócio sido comunicado aos trabalhadores no final da semana passada, noticiou a imprensa portuguesa.

O comunicado enviado aos trabalhadores pela administração da companhia aérea informava ter “a empresa Imperial Jet (I-Jet) liderada por Abed El Jaouni comprado as acções representativas do capital social em conjunto com o fundo de investimento Njord Partners”, segundo o jornal português Observador.

A intenção de venda começou por ser revelada pelo jornal Publituris, em Setembro de 2018, quando Tomaz Metello disse que a companhia deveria “ficar num investidor que está interessado”, tendo o Jornal Económico acrescentado que a operação ficaria concluída até ao final de Setembro daquele ano por um valor de 116 milhões de euros.

O novo dono da EuroAtlantic, Abed El Jaouni, fundou várias empresas nos ramos do imobiliário e da aviação, tendo começado a carreira como piloto na companhia aérea alemã Lufthansa e criado a Cirrus Middle East (agora I-Jet), em 2004, no Líbano.

A EuroAtlantic Airways anunciou em finais de Setembro passado ter chegado a acordo com o governo de São Tomé e Príncipe para vender a participação que detinha na STP Airways, abandonando igualmente a gestão da transportadora até Outubro.

O governo de São Tomé e Príncipe anunciou em Junho passado a intenção de terminar o contrato que mantinha com a euroAtlantic Airways para a gestão da STP Airways até final de Outubro, tendo, entretanto, assinado um acordo com a companhia equato-guineense Ceiba, que irá colocar aviões ao serviço da STP Airways operados pela empresa portuguesa White. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH