Dívida pública interna de Moçambique tem diminuição ligeira desde final de Outubro

16 December 2019

A dívida pública interna de Moçambique diminuiu ligeiramente desde o final de Outubro, reflectindo a amortização de Obrigações de Tesouro em cerca de 567 milhões de meticais, informou a Comissão de Política Monetária do Banco de Moçambique, que na passada semana realizou a sua última reunião de 2019.

O comunicado divulgado informa que a dívida pública interna, contraída com recurso a Bilhetes do Tesouro, Obrigações do Tesouro e adiantamentos do Banco de Moçambique, reduziu-se de 140 610 milhões para 140 073 milhões de meticais (1960 milhões de meticais).

O banco central recorda, no entanto, que montantes mencionados não tomam em consideração outros valores da dívida pública interna, tais como contratos de mútuo e de locação financeira, assim como responsabilidades em mora.

A Comissão de Política Monetária revelou continuarem as reservas internacionais do país em “níveis confortáveis”, situando-se na primeira semana de Dezembro em 3661 milhões de dólares, suficientes para cobrir mais de 6 meses de importações, excluindo os grandes projectos.

O comunicado adianta terem sido mantidas as previsões de recuperação da economia em 2020, ainda assim, abaixo do seu potencial, apoiado pela reconstrução pós ciclones, liquidação, por parte do Estado, das dívidas aos fornecedores de bens e serviços e execução dos projectos relacionados com a exploração de gás natural.

Os riscos existentes na evolução económica de Moçambique prendem-se a nível interno com o agravamento da instabilidade militar nas zonas norte e centro do país e a maior probabilidade de ocorrência de choques climatéricos a nível externo a tensão comercial e geopolítica, que tem implicações negativas sobre o comércio global e a dinâmica dos preços das mercadorias.

Na reunião foi decidido manter a taxa de juro de política monetária, taxa MIMO, em 12,75%, bem como as taxas da Facilidade Permanente de Depósitos e da Facilidade Permanente de Cedência, em 9,75% e 15,75%, respectivamente e os coeficientes de Reservas Obrigatórias para os passivos em moeda nacional e em moeda estrangeira em 13,0% e 36,0%, respectivamente. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH