Angola introduz código de barras para a produção nacional em 2020

19 December 2019

Um sistema de código de barras para a identificação dos produtos nacionais vai ser introduzido em Angola no primeiro trimestre de 2020, disse quarta-feira em Luanda o secretário de Estado para a economia, Sérgio Santos.

O secretário de Estado, que falava na 3ª Assembleia-Geral Ordinária da Câmara de Comércio e Indústria de Angola (CCIA) que culminou com a eleição dos seus novos órgãos sociais, considerou que a introdução desse instrumento vai resolver, em grande medida, os problemas com que a comunidade empresarial se depara.

A introdução do código de barras, segundo Sérgio Santos, deve ocorrer sob a liderança da CCIA, na qualidade de instituição com legitimidade para tratar da matéria, pelo que lançou aos novos corpos gerentes da associação o desafio de se empenharem na materialização do projecto.

Lembrou que, a nível mundial, o código de barras é criado pelo Global Standard Adwane, que representa uma associação e organização sem fins lucrativos, “daí a necessidade de os passos serem dados por uma associação empresarial do país”, esclareceu.

“A posição histórica da Câmara no domínio patronal e sindical dos empregadores configura assumir um papel na promoção de negócios e, com outras associações, trazerem investimento estrangeiro através de parcerias”, declarou Sérgio Santos ao descrever as expectativas do governo em relação à CCIA, citado pelo Jornal de Angola.

Fundada em Novembro de 1988 e constituída por um conjunto de 40 empresas, a Câmara de Comércio e Indústria de Angola representa, actualmente, mais de 500 empresas e associações. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH