Ministra das Finanças de Angola procura atrair empresas privadas da China

20 December 2019

Vera Daves, ministra das Finanças de Angola, convidou as empresas privadas da China a juntarem-se à “nova era da economia angolana”, para ajudar o país a explorar o potencial existente na agricultura, pescas, recursos mineiros e turismo, em entrevista concedida ao jornal China Daily.

A ministra disse haver um enorme potencial por explorar em Angola e acrescentou que com o conhecimentos e as tecnologias da China “existe a possibilidade de os dois países poderem alargar a cooperação ao sector privado e obter benefícios mutuamente vantajosos.”

Vera Daves lembrou que Angola decidiu privatizar 195 empresas estatais, no âmbito das iniciativas que visam conferir maior intervenção do sector privado no processo de desenvolvimento e sustentabilidade da economia nacional.

“Esperamos uma participação activa dos investidores chineses para obterem algumas dessas empresas e ajudar-nos a desenvolver outros sectores”, disse a ministra, tendo realçado que “isso ajudará a diversificar a economia e transformar Angola num país produtivo e exportador de produtos não petrolíferos.”

Na entrevista concedida ao China Daily, Vera Daves disse que a China tem experiência suficiente para “ajudar os países africanos a diversificar as economias e superar os vários problemas que ainda enfrentam”.

“As economias dos países africanos apresentam o mesmo cenário: não são diversificadas, têm uma população jovem não qualificada, muitos recursos naturais por explorar e precariedade em quase todos os serviços básicos, como electricidade, água e telecomunicações”, concluiu a ministra. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH