Cabo Verde lança concurso público para construção de duas centrais solares

7 January 2020

O governo de Cabo Verde lançou um concurso público internacional para a apresentação de manifestações de interesse para a instalação de duas centrais solares de cinco megawatts cada nas ilhas do Sal e de São Vicente, segundo um anúncio da Direcção Nacional de Indústria, Comércio e Energia.

O anúncio adianta que o concurso público visa mobilizar promotores, consórcios ou parcerias do sector privado para desenhar, projectar, construir, comissionar, financiar, possuir, operar e manter as duas centrais solares como produtor independente sob um esquema BOO (“Build, Own, Operate”).

O dossier completo para a apresentação de manifestações de interesse encontra-se disponível em inglês através do portal https://www.energiasrenovaveis.cv/

O concurso aumenta os investimentos no sector, juntando-se aos projectos das centrais solares fotovoltaicas de Calheta de São Miguel, em Santa Cruz, ilha de Santiago (10 megawatts), de Ervatão, no norte da ilha de Boa Vista (cinco megawatts) e do Parque Eólico de Achada Mostarda, em São Domingos (10 megawatts).

Estes projectos de produção de energia a partir de fontes renováveis representam um aumento da potência instalada em 35 megawatts, mais do que duplicando a capacidade actual de 33,6 megawatts.

Após a conclusão da instalação dos novos parques, Cabo Verde estará a produzir 68,6 megawatts de energia utilizando sistemas solares fotovoltaicos e eólicos. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH