Grupo chinês XCMG abre banco no Brasil

7 January 2020

O grupo XCMG, um dos maiores fabricantes de maquinaria pesada da China, vai abrir um banco no Brasil para financiar os distribuidores dos seus produtos bem como outras empresas do sector, anunciou o presidente do grupo em entrevista publicada na edição de segunda-feira do jornal Folha de São Paulo.

Wang Min disse que o investimento inicial será de 100 milhões de reais, que é o capital social mínimo exigido pelo Banco Central do Brasil para a abertura de uma instituição bancária, estando previsto que ao longo dos próximos cinco anos sejam investidos mais 200 milhões de reais.

“O banco pretende apoiar a construção de infra-estruturas no Brasil, comercializando máquinas de melhor qualidade a taxas de juro reduzidas”, salientou o presidente do grupo chinês, sem especificar quais as taxas de juro a serem propostas aos clientes.

A abertura da instituição financeira foi autorizada pelo Banco Central do Brasil em Outubro de 2019 e a operação está prevista para o primeiro trimestre deste ano.

Roberto Pontes, vice-presidente do Banco XCMG, disse estar previsto no plano de actividade operações de crédito no montante de 400 milhões a 500 milhões de reais no primeiro ano, devendo a instituição atingir um ponto de equilíbrio (break-even na terminologia inglesa) em três anos.

O público-alvo são os clientes do grupo e os revendedores, que terão acesso a produtos de financiamento de máquinas, arrendamento mercantil e investimentos, seguindo-se numa segunda fase a comercialização de outros serviços, como modalidades de crédito e de capital de caixa.

O grupo estatal XCMG foi constituído em Março de 1989, tem sede em Xuzhou, Jiangsu e controla subsidiárias para operar em diversos países e continentes. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH